Como parar de gastar dinheiro: 7 dicas para reduzir o excesso de gastos

Você já começou o mês com a intenção de economizar dinheiro – comprando apenas o que precisa, evitando os gastos? Antes que você perceba, você gastou mais dinheiro do que queria.

Publicidade

Não se engane, isso acontece com muitos de nós, por isso, antes de começas a chorar, continue no artigo e leia algumas das melhores dicas!

Existem muitas razões pelas quais gastamos demais. Talvez estejamos estimando nossos ganhos, despesas, pagamentos de dívidas e gastos.

Então, no final, o saldo da nossa conta bancária cai abaixo do que esperamos. Seja qual for o motivo, se você estiver pronto para assumir o controle de suas finanças, essas sete dicas ajudarão você a controlar seus gastos.

Gatilhos de gastos

Em muitos casos, saber como parar de gastar dinheiro tem a ver com identificar os gatilhos emocionais e psicológicos que nos levam a gastar. Então, da próxima vez que você sair de casa, tenha isso em mente:

Hora do dia

Você acha que tem mais energia durante certos períodos do dia? Você fará escolhas mais sensatas e pensará de maneira mais racional quando estiver relaxado e menos pressionado.

Meio Ambiente

Existem certos ambientes que fazem você querer gastar, ou se sente obrigado a gastar só porque está lá? Feiras de artesanato, shoppings, shows e até mesmo quando você está de férias são exemplos prováveis que você gaste impulsivamente. Portanto, elimine a tentação, evitando esses ambientes, ou levando apenas alguns reais com você.

Humor

Diferentes estados emocionais e emocionais podem alterar nossos recursos energéticos, tornando-nos mais propensos a fazer compras por impulso. Por exemplo, se estamos chateados, estressados ou ansiosos, podemos procurar alguma terapia nas lojas para nos sentirmos melhor.

Mas em vez de ir ao shopping ou ao seu site favorito de compras pela internet, vá para academia ou ao parque. Indo para uma caminhada ou fazer algum exercício fará maravilhas para levantar o seu humor.

O importante é que você identifique os estados de ânimo que afetam seu comportamento de gastar e encontre maneiras de evitar compras durante situações que o levem a comprar por impulso.

Acompanhe os gastos

O rastreamento de suas despesas é a chave para o orçamento bem-sucedido, porque mantém você responsável por cada real gasto.

Uma vez que você sabe onde seu dinheiro está indo, você estará em uma posição melhor para fazer escolhas de gastos mais inteligentes e para identificar áreas nas quais você pode reduzir.

Muitos consumidores começam rastreando as despesas maiores, mas é tão importante prestar atenção nessas pequenas compras diárias e eles podem afetar nosso orçamento de grandes maneiras.

Use dinheiro vivo

É mais conveniente sacar um cartão de crédito para pagar uma compra do que contar um maço de notas, mas essa conveniência é uma das razões por trás do gasto excessivo de muitas pessoas.

Ao pagar em dinheiro, você aprenderá como parar de depender do crédito e saberá como parar de gastar o dinheiro que não tem.

Se você gastar demais e não tiver o suficiente para sair para jantar com seus amigos, terá que descobrir maneiras diferentes de economizar dinheiro ou pensar em maneiras econômicas de passar tempo com seus amigos.

Cartão de credito o vilão

Quando você for ao shopping ou mercado, leve apenas a quantia de dinheiro que você espera e deixe os cartões de crédito em casa.

A menos que você saiba com certeza você vai comprar algo usando o cartão e você tem um plano para pagá-lo. Ao fazer isso, você evita a tentação de usar o cartão para comprar o que não precisa.

Metas de curto prazo

Estabelecer algumas metas financeiras de curto prazo é uma ótima maneira de se manter motivado à medida que altera seus hábitos.

Ter essas metas constantemente fará com que você se lembre das razões pelas quais está cortando despesas e fazendo alguns sacrifícios.

Algumas metas de curto prazo que podem mudar a forma como você vê e usa o dinheiro incluem: economia de 10% em contas ao longo do dia, trazendo o almoço para o trabalho todos os dias durante um mês em vez de comer fora. Independentemente dos seus objetivos, é importante mantê-los simples, torná-los acessíveis e lembrar sempre do objetivo.

Aprenda como usar o dinheiro

Não ter um plano de gastos pode ser um grande motivo para muitas pessoas parecerem de deixar de gastar dinheiro. Se não soubermos o quanto levamos para casa a cada mês e quanto nossas despesas resultarão, continuaremos a comprar o que achamos que podemos pagar, no final do mês, percebemos que nosso dinheiro é suficiente.

Para resolver isso, é importante que você aprenda controlar o dinheiro.

Tente rastrear seu dinheiro.

Para o próximo mês, acompanhe o quanto você gasta e compare o valor com o que você ganha e guarda, ajustando seus números para o próximo mês. Isso facilitará o seu plano de orçamento.

Uma planilha de orçamentos pode ajudá-lo a começar e facilitará muito o processo.

Dê a cada real uma função

Para reduzir seus hábitos de gastos excessivos, tente quitar todas as suas contas. Encontre uma função para cada real economizado, para que você não fique tentado a fazer compras sem pensar.

Ao decidir o que você quer que seu dinheiro faça e para onde deve ir, sua consciência financeira aumenta. E ter essa conscientização ajuda muito a fazer escolhas mais inteligentes.

É preciso tempo e dedicação para parar de gastar e para criar um hábito, e de vez em quando a vontade de passar o cartão vai aparecer. Depois de saber como criar uma mente consciente financeira e estabelecer alguns objetivos, com o tempo, você se tornará um consumidor experiente que sabe como parar de gastar dinheiro e usar com sabedoria.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top