Encerramento das Retiradas Especiais do FGTS: O Que Esperar para 2023

Encerramento das Retiradas Especiais do FGTS: O Que Esperar para 2023. No ano de 2022, a administração liderada pelo presidente Bolsonaro (Partido Liberal) optou por viabilizar a realização de saques excepcionais do saldo do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) no valor de até R$ 1.000.

O governo implementou essa medida como parte das ações para reduzir os impactos econômicos decorrentes da pandemia de covid-19.

No entanto, para o ano subsequente, a possibilidade de efetuar esse tipo de retirada não estará mais disponível.

Operacionalização do Saque Extraordinário

Durante o último ano, os trabalhadores com direito ao saque extraordinário receberam o montante por meio da instituição financeira Caixa Econômica Federal.

Os valores foram diretamente depositados em contas poupança digitais, as quais comumente servem para receber benefícios de natureza social e previdenciária.

Encerramento das Retiradas Especiais do FGTS: O Que Esperar para 2023

Portanto, várias situações, a transferência dos valores ocorreu automaticamente, eliminando a necessidade de os beneficiários fazerem uma solicitação.

Caso não ocorresse movimentação por parte do titular, os valores retornavam ao FGTS.

Além disso, a correção dos valores se dava de acordo com o rendimento do Fundo de Garantia correspondente ao tempo de permanência na conta poupança digital.

VEJA TAMBÉM: PIS/Pasep Esquecido? Saiba Como Encontrar e Resgatar Seus ValoresPIS/Pasep Esquecido?

Montante Total Disponibilizado

De forma global, cerca de 32 milhões de trabalhadores aptos a efetuarem o saque extraordinário tiveram acesso a aproximadamente R$ 23 bilhões

disponibilizados pela instituição Caixa.

Motivo para o Encerramento da Medida

A medida provisória (MP) que implantou a possibilidade de realizar o saque extraordinário em 2022, com validade até 15 de julho desse ano, não passou por votação na Câmara dos Deputados.

Isso levou à perda de eficácia da medida.

Para que uma nova fase de saques extraordinários seja viabilizada em 2023, o governo liderado por Lula (Partido dos Trabalhadores) teria que emitir uma nova medida provisória.

No entanto, o Poder Executivo já manifestou sua intenção de não autorizar mais retiradas especiais do FGTS.

FONTE: FGTS