FGTS: saque de até R$ 1 mil pode ser liberado; saiba mais

Publicidade

Nos próximos dias, o governo federal anunciará um novo pacote de reformas visando impulsionar a economia do país em 2022. Entre as medidas que o governo quer dar, temos a nova saída do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço).

A nova rodada de saques do FGTS, anunciada pelo ministro da Economia Paulo Guedes em 22 de fevereiro, deve ser autorizada pelo presidente Jair Bolsonaro por meio da assinatura de novas Medidas Provisórias (MPs), que entrarão em vigor imediatamente.

Vale lembrar que o ministro da Economia informou que a nova rodada de saques do FGTS deve ser confirmada em até 20 dias após seu anúncio no final de fevereiro.

Novo saque FGTS

O novo esquema de saque do FGTS será anunciado na próxima semana e emitirá resgates de até 1.000 reais para cerca de 40 milhões de trabalhadores.

A nova rodada de saques será disponibilizada a qualquer trabalhador que tenha saldo em conta vinculada ao FGTS, seja ela inativa (trabalho anterior) ou ativa (trabalho atual).

O valor que pode ser liberado não foi decidido pelo Ministério da Economia e pode variar de 500 reais a 1.000 reais.

O governo está trabalhando em um valor de liberação que não comprometa recursos do projeto, pois os saques recorrentes do FGTS ainda ocorrerão mesmo quando os saques do FGTS forem liberados.

Quando falamos de saques recorrentes do FGTS, estamos falando de saques que ocorrem sem justa causa, saques de aniversário e outros saques de fundos garantidos que podem ser vistos aqui.

A liberação dos recursos do FGTS foi expressa por facções políticas que vêm exigindo que o governo anuncie novas medidas que possam afetar a popularidade do presidente Jair Bolsonaro.

O novo plano de saída do FGTS injeta cerca de R$ 30 bilhões na economia do país e deve ter um impacto positivo no PIB (produto interno bruto) de 0,3%.

Quem Pode receber?

Novos saques do FGTS serão disponibilizados a todos os trabalhadores com saldo em contas vinculadas ao Fundo de Garantia.

Isso se aplica tanto aos trabalhadores que estão trabalhando quanto aos que estão atualmente desempregados e têm saldo em sua conta.

Vale lembrar também que os saques serão liberados independentemente de o trabalhador cumprir o saque anual do fundo de garantia. O único requisito é que o trabalhador tenha saldo na conta.

Como baixar o aplicativo do FGTS?

  • O primeiro passo é baixar o app no ​​seu celular, assim você tem duas opções para Android e IOS.
  • O próximo passo é abrir o aplicativo e escolher a opção “cadastrar”. Em seguida, você deve informar CPF, nome completo, data de nascimento e e-mail.
  • Selecione uma senha de 6 dígitos numéricos que sejam seguros, é interessante anotá-la em algum lugar para não perdê-la;
  • Com isso, você deve confirmar sua conta através do link que será enviado por e-mail.
  • Em seguida, abra o app e acesse sua conta com a senha de 6 dígitos escolhida anteriormente e com seu CPF.
  • Após o acesso, você deve responder algumas perguntas para confirmar a abertura da conta no app.
  • Por fim, você deve confirmar os termos de uso do aplicativo.

Quer saber como fazer saques do FGTS e ter acesso a outros benefícios do Governo Federal?

Leia nosso outro artigo e continue aprendendo, Saiba como sacar seu FGTS antecipado!!!!

Saiba mais!

 

 

 

 

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top