Guerra na Ucrânia: Rússia começa invasão total contra Ucrânia

Publicidade

Explosões foram ouvidas nos arredores da capital Kiev nesta quinta-feira, 24, e também abalaram a cidade separatista de Donetsk, no leste da Ucrânia. Acompanhe os desdobramentos

Em 21 de fevereiro, Putin reconheceu os terroristas em ORDLO (certas regiões de Donetsk e Lugansk ocupadas pela Rússia) como “repúblicas”. Três dias depois, por volta das 5 da manhã, Putin declarou guerra à Ucrânia, a Rússia atacou a infraestrutura militar e os guardas de fronteira da Ucrânia, explosões foram ouvidas em muitas cidades.

Como o mundo reagiu à invasão da Ucrânia por Moscou -Diário financeiro mantém uma crônica com as principais declarações, sanções e promessas dos líderes mundiais.

Suíça adere às sanções da UE contra a Rússia

O governo federal suíço decidiu aderir às sanções da União Europeia contra a Rússia.

“O Bundesrat condena veementemente a intervenção militar da Rússia. A Suíça garante que as sanções da UE não podem ser contornadas e geralmente aceita uma lista de indivíduos e empresas sujeitos a sanções da UE”, disse o porta-voz do governo suíço André Simonazzi.

Após a ocupação da Crimeia, o Bundesrat suíço, por razões de neutralidade do país, não aderiu diretamente às sanções contra a Rússia.

A França atingirá a Rússia com “sanções do mesmo nível da agressão pela qual a Rússia deve responder”

O presidente francês Emmanuel Macron disse isso em um discurso televisionado ao povo francês , diante das bandeiras da França, da União Europeia e da Ucrânia.

“Os eventos da noite passada marcam um ponto de virada na história europeia”, disse ele. Moscou enfrenta duras sanções que atingirão seus setores militar, econômico e energético. “Responderemos a este ato de guerra sem fraqueza, com calma, determinação e unidade”, prometeu.

48 estados e cinco organizações internacionais já se manifestaram em apoio à Ucrânia

A informação foi divulgada pelo Ministério da Defesa.

Declarações de apoio à Ucrânia foram feitas por: Alemanha, França, Austrália, EUA, Canadá, Grã-Bretanha, Holanda, Polônia, Lituânia, Letônia, Eslovênia, Estônia, Moldávia, Dinamarca, Suécia, Noruega, Finlândia, República Tcheca, Hungria, Eslováquia, México, Macedônia do Norte, Albânia, Montenegro, Portugal, Bulgária, Nova Zelândia, Chipre, Itália, Islândia, Geórgia, Croácia, Coréia, Espanha, Costa Rica, Brasil, Japão, Bósnia e Herzegovina, Irlanda, Bélgica, Colômbia, Canadá , Peru, Singapura , Palestina, Belize.

De organizações internacionais, fomos apoiados pela UE, NATO, OSCE, ONU.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll to Top